Startups se unem para apresentar soluções contra a Covid-19

Startups se unem para apresentar soluções contra a Covid-19

Empreendedores de inovação se uniram no movimento #StartupsVsCovid19, que conta com apoio do Governo do Estado. A ideia é compartilhar soluções que ajudem a minimizar o impacto econômico e social da epidemia do novo coronavírus, além de facilitar o acesso à informação para o cidadão.

A iniciativa é paranaense, do grupo de empreendedores Comunidade Governança & Nova Economia (Gonew.co), em parceria, também, com a Associação Brasileira de Startups (ABStartups). O movimento está ambientado no LinkedIN, rede social voltada para os negócios.

Mais de 50 startups do Brasil e de outros lugares do mundo já se cadastraram. O Mapa de Startups e Soluções contra o Covid-19 conta com as categorias prevenção, diagnóstico, tratamento, trabalho remoto e conscientização/informação qualificada.

As startups que trabalham com informação qualificada, por exemplo, oferecem notícias e aplicativos sobre prevenção, higienização e cuidados com a alimentação. Nas outras categorias, orientadas para as áreas da saúde, há startups de telemedicina, big data, exames laboratoriais remotos, acompanhamento de internação hospitalar e teste sorológico.

Henrique Domakoski, superintendente de Inovação da Casa Civil, afirma que o Governo do Paraná apoia a iniciativa porque acredita nessa rede de solidariedade diante da pandemia.

“O objetivo da #StartupsVsCovid19 não é comercial. A ideia é facilitar o acesso das pessoas a soluções inovadoras, que de fato venham a auxiliá-las a enfrentar da melhor forma esse momento”, destacou. “Apesar de a iniciativa ser paranaense, há soluções de startups de diferentes estados e países. A tecnologia transcende barreiras geográficas e a união de esforços é extremamente importante para enfrentar o isolamento social e essa crise global”.

HEALTHTECHS - O superintendente também cita o número de healhtechs (startups da saúde) cadastradas no #StartupsVsCovid19. “O Brasil é um dos polos com maior potencial de crescimento de healthtechs na América Latina, e o Paraná em especial tem algumas iniciativas de destaque nesta vertical. Elas apostam em soluções inovadoras para apoiar a população sobre cuidados necessários contra a pandemia”, complementou.

Um relatório divulgado em 2019 pela Distrito HealthTech mostra que nos últimos cinco anos o número de startups da saúde no País passou de 160 (2014) pare 386 (2019), um aumento de 141%.

O Governo do Estado também tem o programa Sinapse da Inovação (desenvolvido pela Fundação Araucária), de apoio financeiro e de treinamento para startups. O programa contratou até o final de fevereiro 94 empresas. A principal área de atuação é na saúde e bem-estar.

SERVIÇO – Para compartilhar mais soluções, basta cadastrar a ideia/empresa nesse formulário: https://lnkd.in/etqHES4. As pessoas também podem se tornar voluntárias do movimento. Para acessar as soluções, basta clicar em cima das logomarcas: https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6645759212557258752/.

TECNOLOGIA - De acordo com um decreto publicado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior no dia 19 de março, a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) fica encarregada de desenvolver um aplicativo que permita o monitoramento de todas as medidas que compõe o plano estadual de ações contra o novo coronavírus.

O Governo do Estado também desenvolveu uma campanha e um site com orientações sobre os métodos de prevenção, para evitar a propagação do vírus e também para tranquilizar a população. Todo o conteúdo está disponível no site www.coronavirus.pr.gov.br.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Startups se unem para apresentar soluções contra a Covid-19
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro