Secretaria de Saúde vai adotar de um novo sistema de entrega de medicamentos pelas farmácias do Estado aos usuários. O objetivo é evitar as filas e a saída de pessoas do isolamento social, além de reforçar os cuidados contra a circulação do novo coronavírus (Covid-19), seguindo as determinações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS).Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Saúde ampliará entrega de medicamentos em casa

A Secretaria de Saúde vai adotar de um novo sistema de entrega de medicamentos pelas farmácias do Estado aos usuários. O objetivo é evitar as filas e a saída de pessoas do isolamento social, além de reforçar os cuidados contra a circulação do novo coronavírus (Covid-19), seguindo as determinações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

As 23 unidades da rede estadual já estavam recebendo o usuário apenas em horário agendado, conforme aviso prévio por mensagem de celular, mas ainda há filas. As novas medidas reduzem a circulação de pessoas, sem afetar a distribuição de remédios.

“As farmácias da rede estadual estão atendendo os usuários em horário normal, com todos os medicamentos em estoque, mas precisávamos ampliar a oferta do atendimento em casa”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “Precisamos conter a circulação do novo coronavírus. Todos os nossos esforços estão voltados nessa direção”.

O Paraná tem cerca de 246 mil cadastrados junto à Secretaria de Estado da Saúde para o recebimento de medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica. Além desses, ainda são atendidos os usuários com medicamentos obtidos por via judicial.

MEDIDAS - A primeira medida pretende ampliar o serviço Remédio em Casa, que está atrelado aos Correios. Ele já é ofertado a cerca de 3,5 mil usuários da farmácia da 2ª Regional de Saúde, em Curitiba, e a intenção é estender, num primeiro momento, para outras unidades que tenham um maior número de usuários. A partir da próxima semana os servidores farão busca ativa pelos usuários, confirmando os dados cadastrais e informando sobre a entrega dos medicamentos em casa.

Também foi autorizada a renovação automática dos tratamentos dos pacientes já cadastrados. Até então, a solicitação precisava ser feita fisicamente nas unidades, a cada três meses. A Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná) fará os ajustes no sistema de informação para que os processos com vigência até março, abril e maio sejam renovados, sem a necessidade do deslocamento do usuário à farmácia.

A Secretaria de Saúde ainda autorizou a entrega antecipada dos remédios para dois ou três meses de tratamento aos usuários já cadastrados, a depender do estoque das farmácias. São 216 medicamentos nessa lista.

A mais recente medida é o desenvolvimento de uma ferramenta junto à plataforma Paraná Inteligência Artificial (PIÁ), do Governo do Estado, criada para auxiliar os cidadãos, que possibilitará o cadastro de novos usuários. Dessa forma, documentos, exames e laudos poderão ser encaminhados de forma eletrônica, sem sair de casa.

PRECAUÇÃO - A coordenação de Assistência Farmacêutica do Estado recomenda que usuários com febre, tosse ou dificuldade para respirar não compareçam à unidade. Nesses casos, o usuário pode autorizar outra pessoa para efetuar a retirada no horário agendado. Para aqueles que desejam manter o atendimento agendado, a recomendação é de chegar apenas no horário marcado para evitar aglomerações.

CORONAVÍRUS - A Secretaria da Saúde confirmou mais 13 casos de coronavírus no Paraná nesta sexta-feira (20). Dez são de Curitiba, dois de Londrina e um de Guaíra, no Oeste do Estado. As confirmações são de oito mulheres e cinco homens com idades entre 25 e 59 anos.

O Paraná possui 36 casos confirmados - cinco em isolamento hospitalar e os demais em isolamento domiciliar. O novo boletim aponta 137 casos descartados e 202 casos suspeitos, totalizando 375 notificações.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
 Secretaria de Saúde vai adotar de um novo sistema de entrega de medicamentos pelas farmácias do Estado aos usuários. O objetivo é evitar as filas e a saída de pessoas do isolamento social, além de reforçar os cuidados contra a circulação do novo coronavírus (Covid-19), seguindo as determinações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS).Foto: Geraldo Bubniak/AEN
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro