Receita Estadual faz operações no Norte e Noroeste do Estado

Operação conjunta da Receita Estadual e da 4ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual em Maringá, realizada na madrugada desta terça-feira em rodovias no entorno de Maringá, aplicou 103 autos de infração em três ônibus que transportavam confecções sem a documentação fiscal regulamentar.

Os auditores fiscais da Receita encontraram cerca de R$ 250 mil em mercadorias, sobre as quais fizeram a cobrança de imposto e aplicaram multas. O autuado é a empresa transportadora.

De acordo com a Receita, esses ônibus costumam trafegar à noite e levam as mercadorias, normalmente compradas em São Paulo, para serem revendidas em várias regiões do Estado.

O delegado da Receita Estadual de Maringá, Fernando José de Andrade, salienta que as fiscalizações feitas em parceria com a Polícia Rodoviária têm contribuído muito para o combate à sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e à concorrência desleal, uma vez que sem pagar impostos os comerciantes podem vender mais barato que seus concorrentes.

IPVA - A Delegacia Regional de Londrina promoveu em agosto uma série de operações para fiscalizar o recolhimento do Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor (IPVA).

Na semana passada, encontrou 133 veículos com pendências entre os 809 verificados em Apucarana. A dívida com a Receita chegava a R$ 138,8 mil. Por não ter documentos em ordem, cinco veículos foram retidos pela Polícia Rodoviária.

Na semana anterior, em Londrina, a operação vistoriou 521 veículos, dos quais 51 estavam irregulares, com débitos em atraso. Quando a dívida é apenas relativa ao IPVA deste ano, o motorista precisa providenciar a quitação do débito. Com atrasos mais antigos, o veículo é apreendido, o que ocorreu em oito casos.

Em Cornélio Procópio, a operação vistoriou 508 veículos e encontrou problemas em 89 deles. Seis foram recolhidos pela Polícia Rodoviária.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

CAPTCHA imageRecarregar CAPTCHA
Encontrou algum erro