A perita criminal e coordenadora da Comissão de Identificação de Vítimas de Desastres em Massa da Polícia Científica do Paraná, Patrícia Doubas Cancelier, está em Brumadinho, em Minas Gerais, para auxiliar na recuperação e na identificação dos corpos encontrados após o rompimento de uma barragem.

Perita do Paraná auxilia na identificação de vítimas em Brumadinho

A perita criminal e coordenadora da Comissão de Identificação de Vítimas de Desastres em Massa da Polícia Científica do Paraná, Patrícia Doubas Cancelier, está em Brumadinho, em Minas Gerais, para auxiliar na recuperação e na identificação dos corpos encontrados após o rompimento de uma barragem. Ela foi enviada ao município no domingo (27) a pedido da Polícia Federal.

Segundo a perita, há seis anos a Polícia Científica do Paraná conta com uma comissão de peritos que tem competência para atuar nessa área de atendimento. “Desde 2013 nós desenvolvemos protocolos junto à Polícia Federal e contribuímos para escrever um Manual de Perícias em Situações de Desastres em Massa. Agora estamos aplicando esses protocolos em Brumadinho”, disse. O material foi baseado nos modelos da Interpol e tem respaldo internacional.

“Para mim é um orgulho poder contribuir ajudando os colegas de Minas Gerais a mitigar o sofrimento dessas famílias que estão passando por um momento muito delicado”, disse Patrícia.

De acordo com a perita, o procedimento para identificação dos corpos é realizado primeiramente por papiloscopia. Caso o corpo não seja identificado, são elaborados exames a partir da arcada dentária da vítima e, em último caso, é solicitado um exame de DNA.

APOIO – No domingo (27), o Governo do Paraná também enviou três bombeiros altamente qualificados, pertencentes ao Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost), para trabalhar na preparação de atividades que podem ser executadas por forças paranaenses caso haja convocação da Defesa Civil de Minas Gerais.

A estrutura colocada à disposição pelo Governo do Estado inclui um efetivo do Grupo de Operações de Socorro Tático com 11 bombeiros militares e dois cães farejadores. No apoio de transporte está escalada uma outra equipe com quatro bombeiros militares e mais dois cães farejadores e uma segunda aeronave do Batalhão de Operações Aéreas (BPMOA) com capacidade para quatro pessoas, além de outra da Casa Militar com capacidade para sete pessoas. O apoio terrestre contará com três viaturas de autobusca e salvamento (ABS) e uma viatura de autotransporte de material (ATM).



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br
A perita criminal e coordenadora da Comissão de Identificação de Vítimas de Desastres em Massa da Polícia Científica do Paraná, Patrícia Doubas Cancelier, está em Brumadinho, em Minas Gerais, para auxiliar na recuperação e na identificação dos corpos encontrados após o rompimento de uma barragem.
Acesse a galeria de fotos
Recomendar esta notícia via e-mail:
Encontrou algum erro