Rádio - Notícias

26/08/2020

Agências do Trabalhador auxiliam profissionais da cultura paranaenses para receberem benefício


As 216 Agências do Trabalhador do Paraná e os Escritórios Regionais da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho já oferecem todo o suporte e orientação aos trabalhadores na área da cultura no Estado. O objetivo é ajudar no cadastramento para o auxílio emergencial, previsto pela Lei Aldir Blanc. A ação iniciou nesta segunda-feira e, segundo o secretário da Justiça, Mauro Rockenbach, é importante porque muitas pessoas ainda encontram dificuldade para realizar o cadastramento, mesmo com os processos via internet. Luciana Casagrande Pereira, superintendente de Cultura do Paraná, destacou que o objetivo do auxílio é fazer com que o benefício chegue ao maior número possível de trabalhadores da Cultura. A lei Aldir Blanc, sancionada em 29 de junho, homenageia o artista morto pela Covid-19 e institui um auxílio financeiro para socorrer o setor cultural no País durante a pandemia, num total de três bilhões de reais direcionados. O recurso vai garantir renda emergencial mínima de 600 reais mensais a trabalhadoras e trabalhadores do setor que tiveram atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social. Ele é focado naqueles profissionais que não são beneficiados por nenhum outro programa governamental, com o seguro-desemprego e o Auxílio Emergencial. O repasse desses benefícios será feito pelos governos estaduais a partir de um cadastro disponibilizado aos profissionais da área cultural tão logo a Lei seja regulamentada. Este credenciamento pode ser realizado até o próximo dia 14 pelo site sic.cultura.pr.gov.br. (Repórter: Wyllian Soppa)


Recomendar esta página via e-mail: