Rádio - Notícias

14/05/2020

Começa a operar o Fundo de Aval Garantidor para micro e pequenas empresas


O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou a entrada em operação do Fundo de Aval Garantidor das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Paraná. A autorização foi formalizada nesta quarta-feira. Gerenciado pela Fomento Paraná, o Fundo de Aval Garantidor poderá alavancar mais de 140 milhões de reais em operações de crédito contratadas pela Fomento Paraná e pelo BRDE. Obrigatoriamente 30% do patrimônio do fundo deve garantir operações para microempresas. O novo fundo foi estruturado e será gerenciado pela Fomento Paraná, instituição financeira do Governo do Estado responsável pela oferta de diversas linhas de crédito para investimento fixo e capital de giro e também gestora de fundos públicos destinados a apoiar pequenos negócios. Criado por meio de um aporte no valor de 7 milhões e 200 mil reais do Fundo de Desenvolvimento Econômico, o Fundo de Aval Garantidor poderá alavancar até 20 vezes o Patrimônio Líquido em operações de crédito contratadas pela Fomento Paraná e pelo BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. Obrigatoriamente, 30% do patrimônio do fundo deverá ser aplicado em garantias para microempresas, com faturamento anual de até 360 mil reais, e o restante para pequenas empresas, com faturamento anual de até 4 milhões e 800 mil reais. O governador Ratinho Junior explicou que esta é mais uma iniciativa pioneira do Estado do Paraná, se colocando como ferramenta de garantia para a tomada de crédito pelos empresários de micro e pequeno porte. De acordo com o diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Alves das Neves, o Fundo de Aval Garantidor é um instrumento adicional de garantias que a instituição passa a ofertar de forma alternativa ou complementar às cartas de garantia fornecidas por Sociedades de Garantia de Crédito e pelo Fundo Garantidor para Investimentos.// SONORA HERALDO NEVES.// O diretor de Operações do BRDE, Wilson Bley Lipski, elogiou a vanguarda do Governo do Estado na criação da nova ferramenta de garantia. Ele disse que o Fundo de Aval Garantidor será um instrumento importante para fortalecer o Sistema Paranaense de Fomento e dará ao BRDE a condição de ofertar uma opção adicional e facilitada de garantia aos mutuários. Uma das características mais importantes do Fundo de Aval Garantidor é cobrir áreas que outros fundos garantidores não atuam. Poderá ser um instrumento para melhorar o acesso ao crédito nos municípios onde a disponibilidade do aval de terceiros é limitada. Neste momento o uso do Fundo de Aval Garantidor será priorizado pela Fomento Paraná para atender às solicitações de capital de giro para empreendimentos do setor turístico, por meio da linha Fomento Turismo. A Política de Atuação do Fundo de Aval Garantidor prevê que o fundo poderá fornecer de 10% a 80% em garantias para operações de até 800 mil reais. Entretanto, durante o período da pandemia do novo coronavírus, serão fornecidas garantias apenas para operações até o limite de 200 mil reais, para micro e pequenas empresas, podendo ser acumulado proporcionalmente com outras garantias. (Repórter: Amanda Laynes)


Recomendar esta página via e-mail: