Rádio - Notícias

07/05/2020

Governador Ratinho Junior afirma que retomada econômica do Estado deve ter investimento público e gestão eficiente


Ampliar os investimentos públicos com a execução de obras que geram empregos nos municípios e tornar a administração estadual ainda mais eficiente. Essas foram as principais orientações do governador Carlos Massa Ratinho Junior para retomar o fôlego da economia do Paraná após a pandemia do coronavírus. O assunto foi tratado nesta quinta-feira, em reunião com a equipe responsável pelo planejamento das ações de recuperação do Paraná. O Grupo de Trabalho para Coordenação de Ações Estruturantes e Estratégicas para Recuperação, Crescimento e Desenvolvimento do Estado do Paraná é coordenado pelo vice-governador Darci Piana, e conta com uma participação multissetorial, formado por representantes de diversas áreas do governo e com apoio do setor produtivo. Ratinho Junior destacou que o Estado deve tomar à frente da recuperação econômica, com investimento público pesado na área de infraestrutura e na alavancagem de recursos para o setor privado, por meio de financiamentos com juros baixos pela Fomento Paraná e pelo BRDE, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. A intenção, segundo o governador, é que o planejamento estratégico comece a funcionar a partir de agosto, com a perspectiva de uma diminuição nos casos de coronavírus.// SONORA RATINHO JUNIOR.// Ratinho Junior também pediu à equipe para mapear recursos que possam ser acessados para que o Estado amplie o caixa dos mecanismos próprios de crédito, além de possibilitar a realização de obras de infraestrutura, e também de escolas e unidades de saúde, que geram empregos nos municípios. Segundo ele, estas iniciativas são tomadas pelos grandes países em momentos de crise. De acordo com o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, o grupo de trabalho busca medidas para serem implantadas imediatamente, e também no médio e longo prazo. No caso da eficiência da máquina pública, ressaltou ações como a auditoria da folha de pagamento, nova ocupação dos imóveis do Estado e projetos que permitem arrecadar recursos para investimentos. A orientação do governo é que as secretarias observem nos orçamentos quais recursos podem ser aplicados em obras nos municípios. O Estado conta com 600 milhões de reais de um financiamento contratado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento. Gerenciados pela Secretaria Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, os investimentos integram o pacote de ações para auxiliar as cidades paranaenses. Ainda nesta quinta-feira, o governador Ratinho Junior recebeu a visita de executivos da Motorola. A empresa apresentou soluções tecnológicas de comunicação em nuvem. O presidente da companhia, Elton Borgonovo, disponibilizou gratuitamente equipamentos para serem testados por diferentes secretarias durante o período da pandemia de coronavírus. A ferramenta, afirmou ele, pode ser aplicada por diferentes áreas do Estado, como Saúde, Segurança Pública e Agricultura, ampliando e melhorando a qualidade dos serviços.// SONORA ELTON BORGONOVO.// Borgonovo ainda lembrou que o Paraná já é pioneiro na aplicação desta tecnologia, uma vez que as soluções da empresa já estão em uso no Depen para o monitoramento de diversos presídios. (Repórter: Wyllian Soppa)


Recomendar esta página via e-mail: