Rádio - Notícias

24/04/2020

Governo do Paraná garante 108 novos leitos para o Hospital Universitário de Maringá


O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou, nesta sexta-feira, a contratação de 108 novos leitos para o Hospital Universitário de Maringá. O investimento é de 15 milhões e 300 mil reais, para o custeio para os próximos seis meses e equipamentos, mobília e insumos médicos. O espaço usado para tratamento exclusivo de pacientes da Covid-19 durante a pandemia é a ala da clínica para adultos do Hospital Universitário, que foi erguida para ampliar o atendimento cirúrgico. O projeto original foi concluído no final de 2018 e contou com recursos de 18 milhões de reais do Governo do Estado. O governador destacou que a contratação dos 108 leitos tem caráter emergencial, atendendo uma demanda de todos os municípios do Noroeste, onde moram cerca de 2 milhões de pessoas.// SONORA CARLOS MASSA RATINHO JUNIOR// Os 20 novos leitos de UTI já estão totalmente aptos para uso. Segundo o secretário da Saúde, Beto Preto, parte dos monitores, ventiladores e respiradores foi repassada pelo governo federal e parte pela Secretaria estadual.// SONORA BETO PRETO// O secretário também citou um reforço de leitos de UTI no Noroeste e em regiões próximas, como a ampliação da estrutura do Hospital Municipal de Maringá e do Hospital Metropolitano de Sarandi. Beto Preto disse que todo o Estado está sendo atendido com mais de 500 leitos nas estruturas existentes, com o esforço com os hospitais universitários da rede estadual e os três hospitais regionais de Guarapuava, Ivaiporã e Telêmaco Borba. Segundo a superintendente do Hospital Universitário de Maringá, Elisabete Kobaiashi, o uso do espaço da clínica de adultos foi pedido pelo Governo do Estado em janeiro.// SONORA ELISABETE KOBAIASHI// A Associação Comercial de Maringá e o Conselho de Desenvolvimento Econômico da cidade investiram 1 milhão e 500 mil reais em monitores, respiradores, oxímetros, aparelhos de manutenção vital e suporte para equipamentos de UTI. O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, disse que é um momento de união.// SONORA ULISSES MAIA// O reitor da Universidade Estadual de Maringá, Júlio Damasceno, destacou que a capacidade atual do Hospital universitário é de 120 a 130 leitos.// SONORA JÚLIO DAMASCENO// De acordo com o reitor, foi criada uma rede de pesquisa na UEM para emergência epidemiológica. O hospital está habilitado em uma rede nacional para testar medicamentos para estudos clínicos e testes in vitro. O Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas da UEM também vai fazer testes para detectar casos de Covid-19. (Repórter: Priscila Paganotto)


Recomendar esta página via e-mail: