Rádio - Notícias


24/03/2020
Pacote de 400 milhões de reais em ações do Governo do Estado na área social vai ajudar famílias paranaenses

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou, nesta terça-feira, um pacote de ações na área social de 400 milhões de real. Ele vai ajudar as famílias paranaenses mais vulneráveis a enfrentarem a pandemia do novo coronavírus. As medidas incluem apoio financeiro para combate à pobreza, mudanças nas tarifas sociais da Copel e da Sanepar, adiamento das parcelas dos programas de habitação da Cohapar e reforço nas compras da agricultura familiar. Ratinho Junior afirmou que o pacote social é um conjunto de medidas que atende a necessidade daqueles que mais podem sofrer no curto prazo.// SONORA RATINHO JUNIOR.// Algumas iniciativas já estão sendo efetuadas, como a distribuição da merenda escolar para beneficiários do Bolsa Família. O governador também citou a importância de manter as medidas restritivas de circulação de pessoas.// SONORA RATINHO JUNIOR.// Segundo o secretário de Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, esse primeiro pacote mostra que o Governo do Estado tem um olhar clínico sobre aqueles que mais necessitam de apoio.// SONORA VALDEMAR BERNARDO JORGE.// O Governo do Estado fará um novo anúncio nesta semana, com medidas de estímulo à atividade econômica. Ele ainda está sendo construído em parceria com o setor produtivo, o governo federal e as equipes técnicas da administração estadual. No pacote social anunciado nesta terça-feira, está prevista a destinação de 300 milhões de reais, que vão beneficiar 300 mil famílias em situação de vulnerabilidade social por cinco meses. Na área de saneamento e energia, pelos próximos 90 dias haverá mudanças nos programas de tarifa social. A Sanepar adiou, por este período, a cobrança da fatura dos clientes cadastrados no programa. Já a Copel ampliou o limite de consumo para 150 quilowatts/hora mês, e as contas de luz de 217 mil e 500 novas famílias serão custeadas pelo Governo do Estado nos próximos 90 dias. A Cohapar suspendeu a cobrança das parcelas dos mutuários por 90 dias e instituiu condições especiais de renegociação de débitos. Cerca de 18 mil famílias serão beneficiadas. Os alimentos adquiridos pelo Governo do Estado para compor a merenda escolar serão distribuídos para famílias de estudantes beneficiários do Bolsa Família. São cerca de 230 mil alunos inscritos no programa no Paraná. O Programa Leite das Crianças, que beneficia 110 mil crianças e cinco mil produtores, também será mantido. O governador também determinou a ampliação da compra de alimentos da agricultura familiar. Serão três mil novas famílias cadastradas, totalizando 25 mil em todo o Paraná. O aporte extra será de 20 milhões de reais, e os alimentos serão destinados para famílias em vulnerabilidade social, entidades sociais e hospitais filantrópicos. Os detalhes sobre estas medidas estão no site www.aen.pr.gov.br. Para outras informações e dicas de prevenção da Covid-19, acesse coronavirus.pr.gov.br. (Repórter: Wyllian Soppa)






Salvar