Rádio - Notícias

19/03/2020

Governo do Paraná amplia restrição à circulação de ônibus interestaduais


O Governo do Estado ampliou a restrição à entrada e circulação de ônibus interestaduais no Paraná. Um decreto emitido nesta semana determina a suspensão do transporte coletivo rodoviário de passageiros vindos de todos os estados do País e do Distrito Federal. A medida é para diminuir a possível circulação do coronavírus no Paraná, especialmente por causa da ampliação de casos comprovados da doença na grande maioria dos estados brasileiros. Uma resolução conjunta das secretarias da Saúde, Segurança Pública e Agricultura e Abastecimento vai regulamentar a interrupção do trânsito das linhas interestaduais. Entre as ações, está prevista a implantação de postos de monitoramento das fronteiras, divisas, portos, aeroportos e rodoviárias estaduais. Além disso, a secretaria da Saúde ficou encarregada de toda a orientação técnica para a identificação e o encaminhamento de pessoas em eventual risco. O governador Carlos Massa Ratinho Junior, que havia anunciado restrições a ônibus vindos de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal, disse que a ampliação da suspensão vale inicialmente por 14 dias, mas pode ser prorrogada.// SONORA CARLOS MASSA RATINHO JUNIOR//O decreto permite, também, a cooperação de agentes militares federais e guardas municipais no monitoramento dos espaços. A normativa estabelece que a tripulação e os passageiros de embarcações estrangeiras que desembarquem nos portos do Paraná possam ser abordados por agentes públicos para a verificação das condições de saúde. O mesmo vale para quem desembarcar em aeroportos e portos do Estado. De acordo com o novo decreto, a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná vai desenvolver um aplicativo que permita o monitoramento de todas as medidas que compõe o plano de ações contra o coronavírus no Paraná. Ratinho Junior também afirmou que o Estado está solicitando para as autoridades aeroviárias federais a restrição de voos com partidas de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal. Da mesma forma, ele explicou que o Estado já pediu ao governo federal um reforço na fiscalização das fronteiras do País, impedindo a entrada pelo Paraná de pessoas vindas do Paraguai e da Argentina. O governador voltou a pedir solidariedade e compreensão por parte da população paranaense.// SONORA CARLOS MASSA RATINHO JUNIOR//O governador reforçou que não é necessário fazer uma corrida desenfreada aos supermercados por que o Paraná está bem servido em relação ao estoque de alimentos, com as indústrias mantendo o nível normal de produção. A Secretaria de Estado da Saúde confirmou 14 casos do coronavírus em todo o Estado. Os exames foram feitos no Laboratório Central do Paraná e já foram descartados, ao todo, 119 casos. Atualmente existem 67 suspeitos. Mais informações sobre a doença estão no site www.coronavirus.pr.gov.br. (Repórter: Priscila Paganotto)


Recomendar esta página via e-mail: