Rádio - Notícias

05/03/2020

Corredor das Águas, na região Noroeste, faz do Rio Paraná uma grande opção para quem busca o turismo de natureza


O Rio Paraná é um dos principais roteiros turísticos dentro do Estado. Na região Noroeste, o Balneário de Porto Camargo, em Icaraíma, é uma das opções para quem quer se refrescar e se divertir. A Praia do Sol faz, inclusive, com que a população de oito mil pessoas do município até dobre quando dá praia. Esta atração, porém, não é uma constante, já que a praia é formara de acordo com o regime de chuvas na cabeceira do rio Paraná. Quando chove muito em São Paulo, o banco de areia não se forma. Porém, quando o nível do rio está baixo, a praia está garantida. Icaraíma está no chamado Corredor das Águas, que aproveita as belezas do rio Paraná para explorar o potencial econômico na esteira do turismo sustentável. O secretário municipal de Meio Ambiente e Turismo de Icaraíma, Idemar Monteiro, explica que o município está descobrindo esse potencial e se prepara para o aumento de visitantes.// SONORA IDEMAR MONTEIRO.// O Corredor das Águas é uma das 14 regiões turísticas do Estado, e está entre as áreas de interesse da Paraná Turismo no trabalho de promoção e capacitação de empreendedores e agentes públicos. O objetivo é expandir e profissionalizar os negócios que envolvem o turismo no Estado, com qualificação da população local de acordo com as características e demandas da região, por exemplo. A diretora técnica da Paraná Turismo, Isabella Tioqueta, citou que o o workshop Viaje Paraná é uma das ferramentas para esta tarefa.// SONORA ISABELLA TIOQUETA.// O programa Voe Paraná, lançado no ano passado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, também contribui para facilitar o acesso e aumentar o fluxo turístico no Interior do Paraná. Cidades como Guaíra e Paranavaí, que tem o aeroporto mais próximo aos balneários de água doce, passaram a contar com voos diretos saindo de Curitiba. Na região do Corredor das Águas, 33 municípios contam com atrações turísticas, sendo que nove deles estão nas margens do rio Paraná. Outro ponto em que a Paraná Turismo trabalha, e que vai impactar diretamente nos negócios da região, é na regularização de atividades de ecoturismo e turismo de aventura. Está em processo de elaboração o programa Paraná Aventura, que será um marco legal para a prática dessas atividades. Outro município com destaque na região é Porto Rico, que tem aproximadamente quatro mil moradores segundo a prefeitura, mas que chega dobrar esse número com os visitantes que vão à cidade nos fins de semana e feriados. Segundo a secretária municipal de Turismo, Jussara Stachoviak, é este fluxo de pessoas que faz girar a economia local.// SONORA JUSSARA STACHOVIAK.// O número de ilhas do Rio Paraná e as prainhas que surgem e somem de acordo com o fluxo das águas é impressionante, e garante uma variedade grande de roteiros turisticos. No Parque Nacional de Ilha Grande são cerca de 180, e pelo menos 200 fazem parte da APA do Rio Paraná. Algumas delas podem ser visitadas, mas é preciso cuidado por se tratarem de unidades de conservação. A travessia é feita pelos barqueiros que atendem nos portos dos municípios ribeirinhos e levam aos locais onde é permitida a visitação pelo ICMBio, órgão responsável pela gestão das unidades. Outra opção são as expedições de caiaque pela Rota dos Pioneiros, que passam por trilhas terrestres dentro das ilhas. Outros detalhes sobre os roteiros turísticos no Corredor das Águas podem ser conferidos no site viajeparana.com. (Repórter: Wyllian Soppa)


Recomendar esta página via e-mail: