Rádio - Notícias

18/02/2020

Evento em Foz do Iguaçu vai reunir governadores do Sul e Sudeste, na semana que vem


O Paraná será sede nos dias 28 e 29 de fevereiro do encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste, Cosud, que reúne os governadores dos sete estados das duas regiões. O encontro acontece em Foz do Iguaçu. O grupo, criado em março do ano passado, defende políticas públicas integradas para o desenvolvimento do Sul e do Sudeste. Juntas, as regiões representam 72% do Produto Interno Bruto e metade da população nacional. Participarão o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, e os governadores de São Paulo, João Doria; de Minas Gerais, Romeu Zema; do Espírito Santo, Renato Casagrande; de Santa Catarina, Carlos Moisés; do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fará uma palestra. Esta é a sexta edição do encontro de governadores do Cosud e vai abordar temas como sustentabilidade e economia criativa. As anteriores, realizadas no ano passado, aconteceram em Belo Horizonte, São Paulo, Gramado, Vitória e Florianópolis. De acordo com o governador Ratinho Junior, os estados do Sul e do Sudeste se reúnem nesse consórcio para discutir pautas em comum e trocar experiência entre si.// SONORA RATINHO JUNIOR.// A programação do encontro foi apresentada na reunião do secretariado, em Curitiba, nesta terça-feira. O diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, organizador da edição paranaense do Cosud, explicou que há a necessidade de os estados discutirem o desenvolvimento econômico com foco na sustentabilidade.// SONORA EDUARDO BEKIN.// Bekin ainda reforçou que a realização do encontro em Foz do Iguaçu dá mais visibilidade ao principal destino turístico do Estado.// SONORA EDUARDO BEKIN.// A intenção do Cosud é buscar políticas de integração para melhorar a qualidade do serviço público prestado à população das duas regiões, que chega a 108 milhões de pessoas. Entre as áreas prioritárias estão a segurança pública, combate ao contrabando, sistema prisional, saúde, desburocratização, turismo, educação, desenvolvimento econômico, logística e transportes, inovação e tecnologia. O evento em Foz contará com 15 grupos de trabalho, reunindo secretários e equipes técnicas de cada área para traçar estratégias conjuntas. Assim como nas edições anteriores, ao final do encontro será divulgada a Carta de Foz do Iguaçu, reunindo as deliberações dos governadores e dos grupos de trabalho. (Repórter: Amanda Laynes)


Recomendar esta página via e-mail: