Rádio - Notícias

18/02/2020

Startups são aceleradas por meio do programa Sinapse da Inovação, iniciativa do Governo do Paraná


O Governo do Paraná tem como foco o desenvolvimento de tecnologias e inovações, para tornar o Estado o mais moderno do Brasil. Para isso, mantém, entre os projetos, o programa Sinapse da Inovação, iniciativa promovida por meio da Celepar e da Fundação Araucária, que seleciona projetos para receber apoio financeiro e transformar ideias inovadoras em negócio. Um exemplo é a startup Run Club, que surgiu como ideia em 2017 e amadureceu o modelo de negócio em 2018. O Run Club é uma espécie de Airbnb para corredores de rua, além de um clube de experiências e conexões entre assessorias esportivas e atletas. No site ou no aplicativo, o corredor de rua que deseja competir em outra cidade pode estabelecer conexão com um anfitrião que também participará da prova, o que pode gerar economia de até 70% em hospedagem e traslados. A startup já atingiu cerca de 2 mil e 500 usuários e, segundo André Coelho, co-fundador da startup, com o recurso financiado pelo programa Sinapse da Inovação, vai permitir ampliar ainda mais a rede de negócios.// SONORA ANDRÉ COELHO.// Outra iniciativa é a startup Hyla Biotec, que também foi selecionada pelo programa Sinapse da Inovação. A startup é um subproduto de pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz, que desenvolveram um biossensor prognóstico com capacidade de detectar um tumor antes dele ser descoberto pelo teste padrão disponível no mercado. A tecnologia contribui para oferecer diagnóstico precoce. O sócio-fundador da Hyla Biotec, Leonardo Foti, destaca que os recursos do Sinapse Inovação são essenciais para ampliar os testes.// SONORA LEONARDO FOTI.// Ramiro Wahrhaftig, diretor-presidente da Fundação Araucária, explicou que a partir do fortalecimento e da transformação dessas ideias inovadoras em negócios fortalecidos, é possível criar mais riquezas para o Estado, gerando empregos e renda.// SONORA RAMIRO WAHRHAFTIG.// O programa Sinapse da Inovação selecionou 100 projetos em estágio final e qualificou outros 96 para obter 40 mil reais em subvenção. Os valores já foram repassados. Em abril a Fundação Araucária inicia o período de pré-incubação. Serão realizados encontros entre as startups, clientes e investidores, em workshops e palestras. As equipes de Sinapse da Inovação farão, ainda, acompanhamento permanente dos projetos para esclarecer dúvidas de mercado. (Repórter: Amanda Laynes)


Recomendar esta página via e-mail: