Rádio - Notícias

15/02/2020

Paranaenses participam do dia D de vacinação contra o sarampo


A Secretaria de Estado da Saúde promoveu neste sábado, em parceria com o Ministério da Saúde e as secretarias municipais, o dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo. No Paraná, diversas Unidades Básicas de Saúde, dos 399 municípios, atenderam a população.O dia de mobilização é uma estratégia de intensificação das ações de rotina para ampliar a proteção da população e interromper a circulação do vírus.De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, o dia D facilita o acesso à vacina para aquelas pessoas que não conseguem comparecer às unidades de saúde durante a semana. No Paraná, a campanha de vacinação contra o sarampo foi ampliada.Pessoas de 5 até 59 anos devem ser imunizadas, mas o foco principal desta etapa são os adultos jovens com idade entre 20 e 29 anos.Neste grupo a vacinação deve ser feita de forma indiscriminada, ou seja, sem obrigatoriedade de apresentação da carteira vacinal.A coordenadora de Imunização do Ministério da Saúde, Francieli Fantinato, que participou do dia D em Curitiba, enfatizou a importância da campanha contra o sarampo.//SONORA FRANCIELI FANTINATO// O analista de sistemas Ivan Teixeira Cardoso, de 28 anos, aproveitou o dia D para colocar em ordem a sua carteirinha de vacinação, e disse que a prevenção foi o que o motivou a tomar a vacina.//SONORA IVAN TEIXEIRA CARDOSO//O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, acompanhou a ação realizada na Unidade de Saúde Vila Guaíra e reforçou a necessidade de imunizar o maior número de pessoas na capital e no Estado.//SONORA RAFAEL GRECA//A cobertura vacinal preconizada pelo Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde é de 95%. No Paraná, a taxa de vacinação da segunda dose contra o sarampo está em cerca de 90%.A diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual, Maria Goretti Lopes, destacou que o esforço para aumentar o índice de pessoas vacinadas é diário, e que é preciso aumentar a cobertura vacinal no Estado do Paraná.//SONORA MARIA GORETTI LOPES//O boletim epidemiológico publicado na última quinta-feira revela que 850 pessoas já foram confirmadas com sarampo no Estado.Destas, mais da metade, têm idade entre 20 e 29 anos.Só em Curitiba e região metropolitana são contabilizados 765 casos confirmados, ou seja, 90% dos pacientes estão concentrados na região da capital paranaense.Os sintomas mais comuns são: febre alta, tosse, coriza, conjuntivite, manchas avermelhadas na pele que aparecem primeiro no rosto e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo.Como não existe tratamento específico para o sarampo, é importante ficar atento com o aparecimento dos sintomas.Mais de 1 milhão e 200 mil doses da vacina tríplice viral foram distribuídas aos municípios para atender a demanda da campanha.A vacina também garante proteção contra a rubéola e a caxumba. A campanha de vacinação contra o sarampo segue até o dia 13 de março.(Repórter: Marcelo Galliano)


Recomendar esta página via e-mail: