Rádio - Notícias

16/01/2020

Em três meses, Banco da Mulher Paranaense libera 9 milhões de reais em crédito


O Banco da Mulher Paranaense, programa gerenciado pela Fomento Paraná, completou três meses em dezembro colecionando bons indicadores. Proposta de campanha do governador Carlos Massa Ratinho Junior para incentivar o empreendedorismo feminino em todos os setores econômicos, o banco de crédito liberou 9 milhões de reais no período. Foram 1.295 propostas apresentadas, com 800 contratos assinados. De acordo com Heraldo Neves, diretor-presidente da Fomento Paraná, a tendência é que o banco feche o mês de janeiro com mais de mil acordos assinados.// SONORA HERALDO NEVES.// As taxas de juros mais convidativas, abaixo do que é praticado pelo mercado, fizeram com que as empresárias Amanda Carla dos Santos da Costa de Sousa e Siomara Lúcia da Cruz optassem por ampliar os negócios com a ajuda do Banco da Mulher Paranaense. Amanda é proprietária de uma casa de recreação infantil e organização de eventos em Curitiba. Ela conta que pegou 20 mil reais no fim do ano passado para ampliar o capital de giro da empresa, mudar de sede e renovar as opções de brinquedos, projetando um 2020 bem mais movimentado. Amanda terá 60 meses para quitar o empréstimo.// SONORA AMANDA CARLA DOS SANTOS DA COSTA DE SOUSA.// A engenheira química Siomara também faz elogios ao programa do Governo do Estado. Ela foi informada logo na segunda semana do ano que a linha de crédito que buscava, no valor de 100 mil reais, havia sido aprovada. Agora, com o dinheiro, vai poder comprar equipamentos atualizados para a empresa especializada na impressão de adesivos comestíveis, também em Curitiba. De acordo com Siomara, o maquinário vai permitir aumentar o faturamento em até sete vezes e ampliar a equipe de funcionários. Ela contou que essa é a segunda vez que recorre à agência de fomento do Estado. Em 2011, captou 13 mil reais via programa de incentivo ao microcrédito justamente para abrir a empresa. O programa, como afirmou, garante um suporte importante para as empresárias paranaenses.// SONORA SIOMARA LÚCIA DA CRUZ.// A Fomento Paraná é uma instituição financeira de desenvolvimento pertencente ao Governo do Estado. Pelo Banco da Mulher Paranaense, lançado no fim de setembro, a instituição oferece financiamentos com taxas de juros mais baixas para apoiar pequenos negócios que tenham mulheres como proprietárias ou sócias. O crédito varia de acordo com o porte do empreendimento e vai de mil a 500 mil reais, com taxas de juros a partir de 0,98% ao mês no microcrédito, e a partir de 0,48% ao mês para micro e pequena empresa. As linhas são voltadas desde empreendedoras informais, autônomas e Microempreendedoras Individuais, com faturamento anual de até 360 mil reais, até micro e pequenas empresas com faturamento anual de 360 mil a 4 milhões e 800 mil reais. Além do crédito, o programa vai possibilitar o apoio financeiro por meio da participação no risco dos negócios, através do Fundo de Capital de Risco, que está sendo estruturado pela Fomento Paraná para apoiar startups e empresas de bases tecnológicas. (Repórter: Amanda Laynes)


Recomendar esta página via e-mail: