Rádio - Notícias

29/11/2019

Governo do Estado injeta quase 6 bilhões de reais na economia até o Natal


O Governo do Estado vai injetar quase 6 bilhões de reais na economia paranaense entre 29 de novembro e 23 de dezembro. O valor se refere somente à folha de pagamentos dos servidores públicos. Por determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior o décimo terceiro foi antecipado para o próximo dia 4 e os vencimentos de dezembro e o terço de férias para o dia 23. Nesta sexta-feira foi depositado o salário de novembro. Cada uma das três folhas salariais que o Estado vai liberar nas próximas semanas é de um bilhão e 830 milhões de reais, para pagamento de 300 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas. A gratificação de férias em dezembro atende principalmente o magistério estadual, maior quadro da administração pública do Paraná. De acordo com o governador, esses recursos ajudam o servidor a organizar o final do ano e vão potencializar o comércio.// SONORA RATINHO JUNIOR.// A medida adotada pelo governo estadual foi bastante elogiada por diversas associações comerciais do Paraná por significar um incremento importante na economia, ajudando a gerar emprego e renda nas mais diversas regiões do Estado. O presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa, Douglas Fanchin Taques Fonseca, ressaltou que a iniciativa vai além de colaborar com o aumento no movimento de diversos setores, como o comercial e de serviços.// SONORA DOUGLAS FANCHIN TAQUES FONSECA.// Rodrigo Rosalem, diretor de planejamento e gestão da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná, destacou que haverá um impacto interessante na economia, seja por um dinheiro a mais para fazer compras ou para pagar dívidas.// SONORA RODRIGO ROSALEM.// A Associação Comercial e Empresarial de Maringá, ACIM, prevê que a iniciativa do governo estadual vai significar um Natal para o comércio melhor do que foi o ano passado. Estimativas apontam um aumento nas vendas na ordem de 2%. Conforme o presidente da ACIM, Michel Felippe Soares, há uma recuperação econômica em toda a região de Maringá.// SONORA MICHEL FELIPPE SOARES.// Presidente da Associação Comercial do Paraná, Gláucio José Geara, lembrou de outra ação tomada pelo Governo do Estado que também terá influência direta no comércio paranaense. Segundo ele, a mudança no sistema de tributação de mais de 60 mil itens alimentícios com a retirada da Substituição Tributária e da consequente cobrança antecipada do ICMS terá reflexo na diminuição do preço de uma série de produtos alimentícios.// SONORA GLAUCIO GEARA.// Dados da Associação Comercial do Paraná indicam crescimento da economia do Estado no período na ordem de 2,8%. (Repórter: Amanda Laynes)


Recomendar esta página via e-mail: