Rádio - Notícias

21/11/2019

Paraná amplia a criação de empregos pelo sétimo mês seguido


Pelo sétimo mês seguido, o Paraná apresentou um saldo positivo na geração de empregos. De acordo com levantamento divulgado pelo Caged, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, vinculado ao Ministério da Economia, o Estado abriu 7.406 postos de trabalho no mês passado. Foi o melhor outubro desde 2013, marcando uma evolução de 7% em relação ao mesmo período do ano passado. Neste ano, foram abertas 66.901 novas vagas. O Estado está entre os que mais geraram oportunidades de trabalho no País neste ano, junto com São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina. O governador Carlos Massa Ratinho Junior destacou o bom momento econômico do Paraná, devido, principalmente, ao investimento em desenvolvimento regional.// SONORA CARLOS MASSA RATINHO JUNIOR//O governador lembrou que o Paraná atua para corrigir carências no setor de infraestrutura com foco no desenvolvimento regional, com reforma e duplicação de rodovias, ampliação de aeroportos e da capacidade do Porto de Paranaguá. Para o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, esse índice é motivo para se comemorar, já que reflete, também, os esforços do Departamento do Trabalho.// SONORA NEY LEPREVOST//O secretário também lembrou que foi lançado recentemente o Emprega Mais Litoral, com foco nas contratações temporárias para a temporada de verão nas praias paranaenses. Os setores de comércio e serviços foram os que mais empregaram no mês passado, puxados pelo aquecimento da economia com a aproximação do fim do ano. No acumulado do ano, o destaque é para a retomada da construção civil. De janeiro a outubro, o setor criou 10.656 postos de trabalho, um crescimento de mais de 8% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a economista do Departamento do Trabalho da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, o comércio está sentindo o impacto das festas de fim de ano, vendendo mais e contratando mais.// SONORA SUELEN GLINSKI//O terceiro setor que mais contratou foi a indústria de transformação, evidência que já havia sido identificada pelo IBGE, que destacou o Paraná com o maior índice de crescimento na atividade industrial do País entre janeiro e agosto, com 6%. No mês passado, foram 1.271 novas vagas no setor. Curitiba lidera a criação de vagas de emprego nos dez primeiros meses deste ano, com saldo de 22.256, seguida por Maringá, São José dos Pinhais, Cascavel e Pato Branco. O País também obteve resultado positivo pelo sétimo mês seguido na geração de empregos formais. Foram 70.852 novas vagas. O Caged também divulgou que o Paraná é o estado do Sul do país com o maior número de trabalhadores com carteiras assinadas. (Repórter: Priscila Paganotto)


Recomendar esta página via e-mail: