Rádio - Notícias


17/09/2019
Governo do Paraná vai dobrar investimento em consórcios municipais de saúde

O Governo do Estado vai dobrar os investimentos de custeio para consórcios municipais de saúde no ano que vem. De acordo com a Secretaria da Saúde, o orçamento anual destinado para consórcios que atuam no Paraná vai aumentar de 30 milhões para 60 milhões de reais. Dos 32 consórcios existentes no Paraná, serão beneficiados os 22 que gerenciam que a atenção ambulatorial especializada. O secretário da Saúde, Beto Preto, apresentou as medidas ao governador Carlos Massa Ratinho Junior durante a reunião de secretariado desta terça-feira, no Palácio Iguaçu. A estratégia é entregar atenção ambulatorial especializada, ofertando no mesmo espaço consultas e exames específicos, atendimento com equipe multiprofissional e cirurgias eletivas ambulatoriais. Durante o evento, o governador ressaltou que o Paraná é referência para o País neste modelo de gestão, que atende um dos principais projetos do Governo do Estado, a regionalização do atendimento médico especializado.// SONORA RATINHO JUNIOR.// Beto Preto explicou que o incremento orçamentário permitirá garantir a ampliação de serviços em áreas importantes como psiquiatria, pediatria e atendimento ao envelhecimento da população.// SONORA BETO PRETO.// Os consórcios intermunicipais são iniciativas autônomas das prefeituras localizadas em determinadas regiões do Estado. Elas se associam para gerir e prover serviços à população. Os consórcios somam os recursos dos municípios integrantes ao montante estadual e conseguem agilizar os atendimentos especializados. Eles foram implantados no âmbito do SUS na década de 90 e ocupam papel de destaque na Política de Saúde do Paraná. O secretário reforçou ainda que o Estado já investiu 11 milhões e 200 mil reais neste ano em obras e equipamentos hospitalares, destacando ações em cidades como Jacarezinho, Cianorte, União da Vitória, Ivaiporã, Campo Mourão e Paranavaí. Apenas o Centro Regional de Especialidades Médicas de Jacarezinho vai atender 22 cidades do Norte Pioneiro e tem previsão de ficar pronto até o fim do ano que vem. Também durante a reunião do secretariado, o secretário Beto Preto reforçou o pedido para que a população redobre os cuidados com a dengue neste período pré-verão. Londrina, Paranaguá e Foz do Iguaçu são os municípios que mais despertam atenção. (Repórter: Wyllian Soppa)






Salvar