Rádio - Notícias

31/08/2019

Campos Gerais têm natureza, tropeirismo e cultura europeia entre os atrativos turísticos


O Parque de Vila Velha, as Furnas e o Cânion do Guartelá estão no topo das atrações de turismo dos Campos Gerais e também entre as principais do Paraná. A região turística dos Campos Gerais envolve dez municípios e junta o tropeirismo, inclusive na gastronomia, com costumes e cultura trazidas por imigrantes europeus. Fazem parte da região turística os municípios de Telêmaco Borba, Ventania, Piraí do Sul, Jaguariaíva, Sengés, Tibagi, Castro, Carambeí, Ponta Grossa e Palmeira. O diretor técnico da Paraná Turismo, Rafael Andreguetto, destacou a diversidade de influências culturais na região. // SONORA RAFAEL ANDREGUETTO // Ao longo do tempo a região acolheu várias levas de europeus, com costumes e histórias que podem ser revividos no Roteiro dos Imigrantes. Há muitas construções históricas erguidas pelos primeiros que chegaram à região, e que seguem marcando presença nos municípios. Para quem gosta da prática do ecoturismo, as formações rochosas são uma boa opção. Está localizada em Ponta Grossa a caverna Olhos D’Água, que permite uma aventura subterrânea. Em Ponta Grossa, além do tradicional passeio no Parque Estadual de Vila Velha, o visitante se encanta com os artesanatos locais. Paz espiritual, harmonia, autoconhecimento, equilíbrio e purificação da mente são a busca daqueles que praticam o Turismo Religioso. Na região dos Campos Gerais existe uma diversidade de santuários e igrejas, como em Palmeira, Ponta Grossa e Piraí do Sul. Mais informações sobre esta e outras regiões turísticas do Estado e também roteiros de viagem estão disponíveis na página www.viajeparana.com. (Repórter: Rodrigo Arend)


Recomendar esta página via e-mail: