Rádio - Notícias

11/07/2019

Policiamento é intensificado no Rio Paraná, em Guaíra, no Oeste do Estado


O patrulhamento aquático, as abordagens e fiscalizações foram reforçados no Rio Paraná, na altura da Ponte Ayrton Senna, em Guaíra, para intensificar o combate ao contrabando e ao descaminho, além do tráfico de drogas, armas, munições, cigarros e outras mercadorias. Para auxiliar nos trabalhos foi instalada no rio, nesta semana, uma estrutura de apoio, uma chalana que serve como base para as equipes policiais. Participam o BPFron, Batalhão de Polícia de Fronteira da Polícia Militar do Paraná, a Polícia Federal das delegacias de Guaíra, Maringá e Naviraí, no Mato Grosso do Sul, e a Força Nacional de Segurança Pública. Também há apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública e do Exército Brasileiro. Desde janeiro até agora, a Operação Integrada, que conta com ações destes mesmos entes, já resultaram na prisão de 36 pessoas ligadas ao contrabando e na apreensão de 344 quilos de maconha apreendidos. As apreensões de cigarros, veículos e de outros materiais totalizam cerca de 67 milhões de reais de prejuízos aos contrabandistas. Pelo BPFron, o trabalho envolve integrantes do Pelotão Cobra, Corpo de Operações de Busca e Repressão Aquática, que fazem uma varredura no canal para flagrar contrabandistas que sobem o rio com produtos e drogas para descarregar em Altônia, no Paraná, tanto pelo lado paranaense quanto da região mato-grossense. A Polícia Militar reforça que, além do trabalho da PM, a participação da população também é fundamental. As denúncias auxiliam na identificação de pessoas e no flagrante de crimes. O cidadão pode repassar informações de forma anônima pelo 181 Disque-Denúncia. (Repórter: Wyllian Soppa)


Recomendar esta página via e-mail: