Rádio - Notícias

08/11/2018

Quatro novos centros de apoio vão ampliar atendimento a pessoas surdas no Estado


A Secretaria de Estado da Educação vai abrir quatro novos Centros de Apoio ao Surdo e aos Profissionais da Educação de Surdos em Apucarana, Cascavel, Francisco Beltrão e Umuarama. Cerca de 14 mil pessoas surdas serão beneficiadas com a medida. A previsão é que as atividades comecem em janeiro. Os centros são espaços dedicados à capacitação de profissionais da área, como tradutores e intérpretes de Libras e professores bilíngues surdos e ouvintes. Os cursos são ofertados preferencialmente a profissionais da rede estadual, mas também estão disponíveis para professores de outras redes e comunidade escolar. A unidade de Apucarana vai funcionar dentro do Núcleo Regional de Educação, enquanto os centros de Cascavel, Francisco Beltrão e Umuarama serão instalados em colégios da rede estadual. A equipe de cada centro é composta por profissionais surdos e ouvintes da Secretaria da Educação, incluindo pedagogos, professores e tradutores e intérpretes de Libras. De acordo com a chefe do Departamento de Educação Especial da secretaria, Siana do Carmo de Oliveira Franco Bueno, a ampliação vai permitir o atendimento descentralizado, dando maior qualidade aos serviços prestados. // SONORA SIANA BUENO // Além do Núcleo Regional de Apucarana, o centro instalado no município atenderá os núcleos regionais de Cornélio Procópio, Ibaiti, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Telêmaco Borba, e Wenceslau Braz, somando uma população de mais de 5 mil pessoas surdas. O centro de apoio de Cascavel, que funcioná no Colégio Estadual Itagiba Fortunato, abrange os núcleos de Assis Chateaubriand, Cascavel, Foz do Iguaçu e Toledo, com uma população de 2.700 pessoas surdas. O Colégio Estadual Doutor Eduardo Virmond Suplicy receberá a unidade de Francisco Beltrão, atendendo os núcleos de Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Laranjeiras do Sul e Pato Branco, com uma população de 4.500 pessoas surdas. O centro de Umuarama ficará situado no Colégio Estadual Prof. Paulo Tomazinho, responsável também pelo atendimento de Campo Mourão, Cianorte, Goioerê, Loanda, Paranavaí e Umuarama, com uma população de 2.200 pessoas surdas. Já a unidade Guarapuava atenderá 1.300 pessoas surdas dos núcleos de Guarapuava, Irati, Ivaiporã, Pitanga e União da Vitória. A partir de janeiro, a unidade de Curitiba, que hoje atende a todo o Estado, ficará responsável pelos núcleos regionais de educação da Área Metropolitana Norte, Área Metropolitana Sul, Curitiba, Paranaguá e Ponta Grossa, com uma população de 7.700 pessoas surdas. Mais informações estão no endereço educacao.pr.gov.br. (Repórter: Rodrigo Arend)


Recomendar esta página via e-mail: