Rádio - Notícias

20/06/2018

Governadora Cida Borghetti destaca ações do Estado para apoiar a cadeia do turismo paranaense


A governadora Cida Borghetti destacou, nesta quarta-feira, as iniciativas do Paraná para estimular o potencial turístico do Estado. Ela participou do evento do Prodetur, o Programa Nacional do Desenvolvimento do Turismo, que acontece em Foz do Iguaçu. A governadora citou a revisão da estrutura da Paraná Turismo, para dar maior competitividade ao Estado na atração de investimento; a potencialização dos parques estaduais, com foco na gestão mais moderna e eficiente; e a regionalização das ações, com engajamento dos municípios.// SONORA CIDA BORGHETTI//A governadora mencionou, também, o melhor aproveitamento do potencial do Litoral, rios e lagos no turismo náutico e o maior incentivo ao crescente turismo religioso. Segundo ela, também são fundamentais iniciativas como a interação da atividade turística com a economia criativa e solidária. O Prodetur é uma parceria entre o Ministério do Turismo, o Sebrae, o BNDES e a Embratur para a estruturação dos destinos turísticos brasileiros. Pelo programa, há uma linha de financiamento do BNDES, com prazos e juros diferenciados. A carteira de crédito tem 5 bilhões de reais à disposição da cadeia do setor. O encontro contou com a participação do ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, que destacou o programa.// SONORA VINÍCIUS LUMMERTZ//O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, afirmou que o município tem projetos de investimentos estratégicos para alavancar o desenvolvimento, com perspectivas para o turismo.// SONORA CHICO BRASILEIRO//O diretor-geral da Itaipu Binacional, Marcos Stamm, falou sobre o potencial turístico do empreendimento. Em março deste ano, segundo ele, a Itaipu registrou a marca de 22 milhões de visitantes.// SONORA MARCOS STAMM//Para acessar os recursos do Prodetur, os municípios interessados devem integrar o Mapa do Turismo Brasileiro. As propostas devem contemplar projetos nas áreas de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. A iniciativa prioriza também ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas. (Repórter: Priscila Paganotto)


Recomendar esta página via e-mail: