Rádio - Notícias

12/06/2018

Paraná reduz crimes e tem início de ano menos violento desde 2007


O número de crimes despencou no Paraná e o primeiro trimestre deste ano foi o menos violento em mais de uma década. Os dados de assassinatos são os menores desde que os registros começaram a ser computados pela Secretaria da Segurança Pública, em 2007. Foram 509 mortes neste ano, enquanto no ano passado já haviam sido mais de 620. A queda reflete o esforço do Governo do Estado no combate à criminalidade e ampliação da segurança dos paranaenses. Roubos e furtos também diminuíram em todo o estado no primeiro trimestre deste ano, se comparado ao mesmo período de 2017. De acordo com o secretário estadual da Segurança Pública, Júlio Reis, os números também são um resultado dos trabalhos de investigação. // SONORA JULIO REIS // A redução das mortes foi constatada em 19 das 23 Áreas Integradas da Segurança Pública, que é como o Paraná é dividido para fins de levantamento estatístico. O número de assassinatos caiu mais da metade em microrregiões que englobam, por exemplo, as cidades de Londrina, Apucarana, Laranjeiras do Sul, União da Vitória e Rolândia. Em 255 municípios paranaenses sequer houve assassinatos no primeiro trimestre, ou seja, 64% das 399 cidades não tiveram homicídios. Em Curitiba, a queda nos óbitos foi de 21,7%, com 79 casos no início deste ano, contra 101 no ano passado. O Paraná conseguiu derrubar também índices dos crimes patrimoniais, que tiveram alta em todo o Brasil por causa da crise econômica e da escalada do desemprego nos últimos anos. Outro dado relevante é a queda de 27% no número de roubos, e 8,8% no número de furtos no Estado. O secretário Júlio Reis destacou esta conquista e a importância do trabalho das equipes policiais. // SONORA JULIO REIS // Das 23 Áreas Integradas de Segurança Pública, apenas três apresentaram aumento nos números de homicídios no comparativo. Uma delas é Paranaguá que, segundo a Polícia, teve problemas com a atuação de quadrilhas de tráfico de drogas. No entanto, na última semana, 54 pessoas ligadas a estes grupos já foram presas. Houve aumento nos homicídios ainda nas áreas de São Mateus do Sul e Umuarama. Porém, nestas regiões e também em Paranaguá, houve queda nos crimes contra o patrimônio. O relatório completo está endereço www.sesp.pr.gov.br. (Repórter: Rodrigo Arend)


Recomendar esta página via e-mail: