Rádio - Notícias

28/03/2018

Porto de Paranaguá aumenta em 45% embarques de grãos


O Porto de Paranaguá, um dos maiores portos graneleiros da América Latina, aumentou em 45% o volume de grãos embarcados pelo corredor de exportação, entre 2010 e 2017. Em 2010 foram escoadas 12 milhões de toneladas de produtos. No ano passado, a movimentação atingiu a marca recorde de 17 milhões e 400 mil toneladas, o maior volume já exportado em toda a história do terminal. Esse avanço foi assunto no encontro, nesta quarta-feira, do governador Beto Richa com dirigentes de 12 empresas que operam em Paranaguá. Os empresários atribuíram os avanços aos investimentos e ao diálogo entre a autoridade portuária e o setor produtivo. De acordo com Beto Richa, o porto teve melhorias sistemáticas, envolvendo obras e conquistas, como o fim das filas de caminhões. O secretário da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, destacou a evolução do Porto nos últimos anos. // SONORA JOSÉ RICHA FILHO // Entre as empresas que participaram do encontro está a Associação dos Terminais do Corredor de Exportação de Paranaguá, que é operada por dez grandes empresas. Juntas elas exportam mais de 17 milhões de toneladas de grãos por ano e pretendem atingir a marca anual de 20 milhões de toneladas. O superintendente de Operações e Logística da Coamo, Airton Galinari, ressaltou que são exportados por Paranaguá 80% da produção dos 28 mil cooperados. Ele afirmou que a eficiência do porto beneficia principalmente os produtores do Estado. // SONORA AIRTON GALINARI // O diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, afirmou que o Governo do Estado alinhou objetivos para o Porto no início da gestão, que foram cumpridos ano a ano. // SONORA LUIZ HENRIQUE DIVIDINO // O Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá é formado por um conglomerado de silos horizontais e verticais, correias transportadoras e carregadores de navios, com capacidade de embarque de 9 mil toneladas por hora. (Repórter: Rodrigo Arend)


Recomendar esta página via e-mail: