Rádio - Notícias

19/06/2017

Escola estadual em Palmeira, nos Campos Gerais, vai contar com centro de preservação e memória


O Colégio Estadual Dom Alberto Gonçalves, em Palmeira, na região dos Campos Gerais, está concluindo as pesquisas do novo centro de memória de preservação do patrimônio histórico material e imaterial da instituição. A ação faz parte das celebrações dos 70 anos da Secretaria de Estado da Educação e tem como objetivo ampliar o resgate histórico e a preservação do patrimônio histórico e cultural das escolas paranaenses. Quem visitar o colégio vai ter a acesso a informações históricas que contam parte da evolução da educação no município e região. O acervo inclui banners, fotos, documentos antigos, além de equipamentos utilizados ao longo dos 70 anos de fundação da escola. Segundo o diretor da unidade Livingston Garcia, o centro permite que os alunos e a comunidade conheçam mais a história do colégio e do município.// SONORA LIVINGSTON GARCIA.// O colégio foi fundado em 1947 como Ginásio Municipal de Palmeira, passando para a administração estadual em 1949. É uma das escolas mais antigas do município e faz parte da história de milhares de estudantes e ex-estudantes. A visitação do centro também é aberta para o público e feita por meio de agendamentos, como explica o diretor.// SONORA LIVINGSTON GARCIA.// No mês passado, técnicos pedagógicos dos 32 Núcleos Regionais de Educação, Secretaria de Estado da Educação e convidados participaram do curso de formação para ampliação da rede de centros de memória nas escolas estaduais e núcleos de educação. O curso foi coordenado pela equipe do Museu da Escola Paranaense com o objetivo de que os técnicos ajudem as escolas e que cada unidade tenha um centro de memória para preservar o patrimônio histórico material e imaterial da educação paranaense. (Repórter: Leo Gomes)


Recomendar esta página via e-mail: