Rádio - Notícias

31/05/2017

Governo do Estado reduz despesas e aumenta investimentos em 35% nos primeiros quatro meses deste ano


Os investimentos feitos pelo Governo do Estado nos primeiros quatro meses deste ano tiveram crescimento real de 35 por cento na comparação com igual período de 2016. Eles passaram de 405 milhões para 572 milhões de reais, ou 1 bilhão e 400 milhões de reais contando as obras realizadas pelas estatais. De janeiro a abril, a despesa total do orçamento fiscal do Estado diminuiu 2,69 por cento. Os resultados obtidos no primeiro quadrimestre deste ano foram apresentados aos deputados estaduais nesta quarta-feira, na Assembleia Legislativa do Paraná, em Curitiba, pelo secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa. Na prestação de contas, para evitar distorções nos números, foi excluído da análise a arrecadação extraordinária em ICMS que ingressou em janeiro em razão de antecipação de impostos devidos por empresas que fazem parte do Paraná Competitivo. Sobre os investimentos feitos em 2017, o secretário ressaltou a atenção dada pelo governo estadual para a área de transportes. A segurança pública também ganhou atenção no período, que inclui a compra de veículos, armamentos, equipamentos e acessórios. De acordo com Mauro Ricardo Costa, as despesas com pessoal continuam sendo motivo de atenção por parte do Estado. //SONORA MAURO RICARDO COSTA.// O Paraná encerrou o período com superávit orçamentário de 1 bilhão e 780 milhões de reais, considerando orçamento fiscal e seguridade social. O secretário Mauro Ricardo Costa considerou expressivo o resultado nos quatro primeiros meses deste ano. //SONORA MAURO RICARDO COSTA.// Mauro Ricardo Costa ainda destacou a importância do ajuste fiscal realizado pelo Governo do Paraná. Como das outras vezes em que esteve na Assembleia Legislativa, o secretário manteve quatro desafios para os próximos meses: reduzir despesas de custeio e de dívida, ampliar a captação de receitas não tributárias, ampliar a arrecadação de receitas tributárias e ampliar a capacidade de investimentos do Estado. (Repórter: Léo Coelho)


Recomendar esta página via e-mail: