Rádio - Notícias

18/05/2017

Novo centro de gerenciamento de risco do Paraná agiliza alerta sobre chuvas e inundações


O novo Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres, o Cegerd, garantiu ao Paraná agilizar as informações e alertas sobre instabilidade climática e, assim, proteger a população em casos de eventos como excesso de chuvas e inundações. A estrutura foi instalada pelo Governo do Estado e é controlada pela Defesa Civil. Nesta semana, alertas foram emitidos sobre a frente fria que chegou ao Paraná vinda do Paraguai e da Argentina. A frente fria que chegou ao Paraná nesta semana provocou enxurrada no município de São Miguel do Iguaçu, no Oeste do Estado. De acordo com a Defesa Civil, caso a situação piore, já foi oferecido suporte do governo estadual para o município. Segundo o Simepar, nas primeiras 12 horas desta quinta-feira o volume de chuva acumulada na Região Oeste do Estado chegou a 50 mili litros e existe a possibilidade de mais enxurradas ou alagamentos. Em todo o Estado, o tempo vai se manter instável nos próximos dias. No domingo à tarde, as chuvas dão lugar a um frio mais intenso. O coordenador executivo da Coordenadoria Estadual de Proteção Defesa Civil, tenente-coronel, Edemilson de Barros, afirma que esse monitoramento já era feito, mas agora as informações são qualificadas, o processamento é mais ágil e é possível enviar mais rapidamente alertas para todos os municípios paranaenses.// SONORA EDEMILSON DE BARROS//Instalado no Palácio das Araucárias, em Curitiba, e inaugurado no mês passado, o Cegerd conta com estrutura tecnológica e de pessoal para gestão de desastres, tanto em pequena quanto em grande escala. Além das estações, ele também é alimentado com dados de satélites e dois radares, localizados nos municípios de Cascavel, no Oeste do Estado, e em Teixeira Soares, no Centro-Sul. O governo estadual comprou um terceiro radar, que deve chegar ainda no primeiro semestre deste ano e que vai ser instalado em Curitiba. Segundo o tenente-coronel, Edemilson de Barros, todas as informações coletadas são enviadas, automaticamente, para a sala do Cegerd.// SONORA EDEMILSON DE BARROS//Além do monitoramento via Cegerd, a equipe da Defesa Civil também acompanha os eventos climáticos do Estado por meio do WhatsApp. Os funcionários das 15 regionais do Estado fazem as atualizações. O Centro de Gerenciamento de Riscos recebeu investimento de 4 milhões e 600 mil reais. Desde 2011, o governo estadual já investiu 70 milhões de reais na área de proteção e defesa civil, sendo que 44 milhões de reais vão ser aplicados até o final deste ano. (Repórter: Priscila Paganotto)


leia mais
Previsão do Tempo
www.simepar.br