Rádio - Notícias

20/03/2017

Com aumento de nota, Paraná fica a um passo do degrau máximo da agência de classificação de risco Fitch


A agência de classificação de risco Fitch, uma das mais maiores do setor, anunciou nesta segunda-feira que elevou o rating nacional do Paraná. Com o aumento da nota de crédito, o Paraná fica a um degrau do nível AAA, que é o máximo de avaliação de risco da agência. A Fitch manteve nota internacional do Estado em BB com perspectiva negativa. A nota internacional acompanha o rating do Brasil, por não poder ser superior a ele. De acordo com comunicado da agência, a melhora do rating nacional reflete o consistente aumento das receitas e redução das despesas do Estado a partir do ajuste fiscal. Segundo o governador Beto Richa, o ajuste prossegue com medidas fiscais e de atração de investimentos produtivos. Ela disse ainda que essa é mais uma demonstração da situação diferenciada do Paraná. //SONORA BETO RICHA//Um dos destaques apontados pela agência foram as práticas de gestão e administração do Estado, considerados como um fator de classificação neutra com uma tendência positiva. De acordo com a Fitch, o Paraná vem construindo uma história de cooperação entre os poderes, como evidenciado pela aprovação de algumas medidas que possibilitaram o ajuste fiscal. O secretário da Fazenda Mauro Ricardo Costa destacou que esse é mais um reconhecimento externo ao esforço fiscal feito pelo Paraná. //SONORA MAURO RICARDO COSTA//A Fitch também destacou que a economia estadual é fortemente influenciada pelos serviços e por commodities como soja e frango. A participação do Paraná no PIB, o Produto Interno Bruto, tem se mantido estável nos últimos cinco anos, com cerca de 282 bilhões de reais em 2016. Isso corresponde por 6% do PIB do Brasil. Em relação às finanças do Estado, a Fitch declarou o rating neutro de classificação com tendência estável. (Repórter: Fernanda Nardo)


Recomendar esta página via e-mail: