Rádio - Notícias

10/03/2017

Secretaria estadual da Família libera mais de 76 milhões de reais para os municípios


A Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social está disponibilizando 76 milhões e 400 mil reais em recursos para os municípios do Paraná investirem nas políticas de assistência social e de garantias de direitos. São nove resoluções vigentes, que destinam repasses para o atendimento às famílias, serviços de atendimento e acolhimento de crianças, adolescentes e população de rua, além de projetos para promoção social de idosos. A maior parte dos recursos é exclusiva para ações de proteção e garantia de direitos de crianças e adolescentes. Um dos repasses, que totaliza um milhão e 500 mil reais, permite que as prefeituras fortaleçam o atendimento a crianças e adolescentes vítimas de diversas formas de violência, e aos autores das violências. Cerca de 8 mil e 400 famílias vão ser beneficiadas. Segundo a superintendente de Assistência Social da Secretaria da Família, Maria de Lourdes San Roman, com esses recursos os municípios vão melhorar o serviço de acolhimento de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social.// SONORA MARIA DE LOURDES SAN ROMAN.// 202 municípios podem acessar o incentivo financeiro do programa Crescer em Família, que varia de 60 mil a 2 milhões e 400 mil reais. Há, ainda, 12 milhões de reais reservados para prefeituras que ofertam programas de qualificação profissional para adolescentes ou que desenvolvem programas de aprendizagem. Este repasse deve beneficiar cidades que foram selecionadas por critérios como a proporção da população com idade de 15 a 17 anos, número de ocorrências de trabalho infantil e de adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social. De acordo com Maria de Lourdes, o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de zero a 18 anos também vai ser reforçado com o investimento de 19 milhões e 500 mil reais. Ela disse que vão ser promovidas atividades em grupo para prevenir situações de risco social, com oficinas esportivas, artísticas, culturais, de lazer e artesanato, entre outras.// SONORA MARIA DE LOURDES SAN ROMAN.// A superintendente citou também que as cidades que têm adolescentes em conflito com a lei podem receber recursos do programa estadual Liberdade Cidadã. São 144 as prefeituras que têm direito a acessar o recurso. Este programa acompanha o adolescente e a família durante o tempo em que estiver cumprindo a medida socioeducativa em meio aberto, sem internação. Há, também, 27 municípios com direito a repasses contínuos para atendimento à população de rua. E, pela primeira vez, o Estado está cofinanciando projetos específicos para atender a população idosa, com investimentos que somam 8 milhões de reais. As prefeituras interessadas podem apresentar projetos para melhorar a qualidade de vida dos idosos. O cofinanciamento varia de 40 mil a 120 mil reais, de acordo com o porte da cidade. (Repórter: Amanda Laynes)


leia mais
Previsão do Tempo
www.simepar.br