Rádio - Notícias

10/03/2017

Porto de Paranaguá, no Litoral, bate novo recorde de movimentação de cargas


O Porto de Paranaguá teve, neste ano, o melhor mês de fevereiro da história. Foram 4 milhões e 290 mil toneladas movimentadas, o que representa um aumento de 20% em relação ao recorde anterior para o mesmo período, alcançado em 2014, quando 3 milhões e 580 mil toneladas foram operadas pelo porto paranaense. A marca histórica foi alcançada por conta do aumento na movimentação de vários produtos. As operações de soja em grão e farelo, fertilizantes, açúcar e granéis líquidos cresceram no período. De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, são mais e 900 milhões de reais em investimentos públicos do Governo do Paraná desde 2011 e previstos até 2018. Entre eles, estão a troca dos shiploaders, os investimentos em novas balanças, portarias, acesso ao Pátio de Triagem e reforma do cais e berços de atracação.// SONORA JOSÉ RICHA FILHO.// O Corredor de Exportação, complexo de escoamento de grãos do Porto de Paranaguá, também registrou o melhor mês de fevereiro da história. Foram exportadas um milhão e 690 mil toneladas, 11% a mais do antigo recorde de um milhão e 510 mil toneladas exportadas no ano passado. O crescimento é fruto da alta no escoamento da soja em grão e em farelo. Somados, os dois produtos movimentaram um milhão e 560 mil toneladas, um aumento de 56% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino, o aumento é natural, já que o momento está propício para o mercado exportador de commodities e o Porto de Paranaguá se capacitou para atender as demandas nestes períodos. Dividino ainda ressaltou que o Porto trabalha e investe para reduzir o custo para quem utiliza o Porto, mantendo a qualidade e agilidade dos serviços.// SONORA LUIZ HENRIQUE DIVIDINO.// A perspectiva é que, aliando aumento da capacidade de movimentação e o momento do mercado, os números aumentem nos próximos meses. De acordo com os dados do Departamento de Economia Rural, Deral, da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, os volumes de grãos colhidos devem ser superiores aos registrados nas safras anteriores. A previsão é que a colheita de verão do Paraná chegue a 23 milhões e 300 mil toneladas. No Brasil, a safra toda deve alcançar a marca de 215 milhões de toneladas. Hoje, o Porto de Paranaguá atende o escoamento dos grãos dos principais estados produtores brasileiros, como Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás, além do próprio Paraná. Além da exportação da soja, o escoamento de açúcar também teve forte crescimento. Foram 177 mil toneladas exportadas ao longo do mês, o que representa um aumento de 41% em relação a fevereiro do ano passado. Nas importações, os fertilizantes também bateram recorde. A marca de 852 mil toneladas descarregadas no mês foi a melhor da história para o produto, superando o recorde anterior de 747 mil toneladas em fevereiro de 2014. (Repórter: Amanda Laynes)


Recomendar esta página via e-mail: