Rádio - Notícias

16/01/2017

Governador Beto Richa repassa mais de 18 milhões de reais para nove hospitais de Curitiba


O governador Beto Richa repassou nesta segunda-feira 18 milhões e 300 mil reais em recursos para nove hospitais de Curitiba, de média e alta complexidade, que atendem pelo SUS, Sistema Único de Saúde. A cerimônia aconteceu na prefeitura de Curitiba e contou com a presença do prefeito Rafael Greca e do ministro da Saúde, Ricardo Barros. Além do recurso, o governador entregou uma UTI móvel para o município., no valor de 150 mil reais. O governador ressaltou que os repasses e incentivos à prefeitura de Curitiba nunca deixaram de ser feitos. Nos últimos quatro anos, foram repassados mais de 170 milhões de reais em subsídios e outros 50 milhões de reais em isenção de ICMS. Beto disse que é uma honra voltar a frequentar a Prefeitura de Curitiba e poder contribuir com o crescimento do município, e que esses recursos, serão utilizados em favor dos hospitais da capital. //SONORA BETO RICHA//Os 18 milhões e 300 mil reais são relativos ao adiantamento de seis parcelas de um incentivo estadual formalizado com o município, em junho de 2016, no valor de 36 milhões e 700 mil reais. O recurso será utilizado para a realização de exames de alta complexidade, cirurgias, consultas médicas e disponibilização de leitos de UTI. Nos primeiros dias do ano, o governo do estado repassou 4 milhões de reais para a compra de medicamentos para os postos de saúde do município. O prefeito Rafael Greca falou sobre a parceria entre o governo do estado e a prefeitura de Curitiba. //SONORA RAFAEL GRECA// Outras cinco ambulâncias foram entregues pelo governo federal ao município de Curitiba. De acordo com o ministro da saúde, Ricardo Barros, os veículos vêm para repor outras ambulâncias que têm mais de cinco anos de uso. São 81 milhões de reais em recursos federais para a capital. //SONORA RICARDO BARROS//O governador e o prefeito também assinaram um protocolo de intenções entre a Comec e a Urbs com o objetivo de promover um estudo para reativação do sistema de transporte integrado entre Curitiba e a Região Metropolitana. A primeira linha a ser reintegrada é a Colombo-CIC, que voltará a operar no dia 23, atendendo cerca de 30 mil passageiros. De acordo com o governador, o subsídio continua com o valor que já era dado, cerca de 5 milhões de reais mensais. (Repórter: Fernanda Nardo)


Recomendar esta página via e-mail: