Rádio - Notícias

30/09/2016

Paraná inaugura, nesta terça-feira, em Curitiba, Centro de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas


O Governo do Paraná criou uma estrutura para atender melhor aos estrangeiros passam a viver no Estado. Nesta terça-feira é inaugurado o Centro Estadual de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas. No espaço estão reunidas informações sobre a documentação necessária para que o migrante possa regularizar a situação no país, para que tenha acesso à educação e a justiça. O Centro Estadual de Informação é resultado de um esforço conjunto entre as Secretarias da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, da Família e Desenvolvimento Social, da Educação, da Saúde e da Administração e Previdência. O Brasil abriga quase dois milhões de imigrantes regulares, segundo estatísticas da Polícia Federal, atualizadas em março do ano passado. Mas, muitas vezes, a entrada de estrangeiros no país não é legal e por isso não é registrada. É o caso do haitiano Duvanest Vixama, que há três anos mora no Paraná. Ele conta que hoje está com a situação regularizada, tem visto e já trabalhou no país, mas que entrou ilegalmente pelo Acre, vindo da Bolívia.// SONORA DUVANEST VIXAMA// No Paraná os dados referentes aos imigrantes foram levantados com base nos registros de trabalho. Em 2014 eram mais de 14 mil estrangeiros trabalhando com carteira assinada no Estado. Como existem diversas instituições prestando atendimento a esse público, as informações geradas são desencontradas. Segundo o secretário da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Artagão Junior, enquanto esse levantamento é elaborado, o Governo do Paraná criou a estrutura para atender melhor aos estrangeiros que vem viver no Estado.// SONORA ARTAGÃO JUNIOR// A inauguração do Centro Estadual de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas acontece às duas e meia da tarde desta terça-feira, na Rua Desembargador Westphalen, número 15, no Centro de Curitiba. (Repórter: Priscila Paganotto)


Recomendar esta página via e-mail: